ESCOLA


Uploaded with ImageShack.us
Uploaded with ImageShack.us

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

PROJETO: CONTOS DE FADAS NA ESCOLA









Projeto: CONTOS DE FADAS






JUSTIFICATIVA:


 Um dos compromissos do professor, quanto á aprendizagem nos anos iniciais da alfabetização é de forma criativa e significativa, despertar nas crianças o gosto pela leitura e escrita e conseguir atender as necessidades daquilo que viveram ou vivem, influenciando-os para um processo de conhecimento através da leitura e suas respectivas escritas.
Trabalhar contos de fada é uma das muitas formas que mexe com o poder significativo na criança, através do encantamento e seus diferentes valores literários.
A leitura do mundo mágico e fantasioso faz com que a criança associe ou diferencie os acontecimentos da sua vida real, fazendo suas preferências, formando seus próprios conceitos. Através dos contos de fadas a criança percebe o zelo, o amor, o belo, O bem e o mal, a delicadeza da alma, a maldade, a coragem, o medo, a confiança, a solidariedade, a criatividade, fortalecendo a  sua auto-estima, seu poder de conquista; construindo seu próprio conhecimento, além de tornar- se um apreciador da leitura.























OBJETIVO: Desenvolver a imaginação e a criatividade.
Traçar relações entre o mundo mágico e o mundo real.
Identificar suas preferências em relação as suas atitudes a tudo que o cerca.
Formar seus próprios conceitos através das descobertas e vivencias.
Aprimorar-se de uma escrita segura e independente.
Observar a sequência lógica da história.
Produção coletiva e individual de textos.
Resgatar e fortalecer os valores reais da vida cotidiana.
Desenvolver o contato com sua própria voz através da fala e música, criando afeto em torno do tema trabalhado.  
 Desenvolver a criatividade e sensibilidade através da música, artesanato, pintura, dramatização apresentação dos contos de fadas.







CONTEÚDO
Roda de conversa e histórias sobre contos de fada. Filme: O segredo das fadas.
Música: Era uma vez.
Música: Uma linda rosa juvenil
Conto: A Bela adormecida 
Texto complementar: A Bela que despertou
Texto complementar: Será que príncipe encantado ainda existe?
Conto: Chapeuzinho vermelho
Texto complementar: O que representa o conto: Chapeuzinho vermelho.
Conto: A Fada que tinha idéias.


METODOLOGIA:





Introdução do projeto, através do filme: O segredo das fadas.

Roda de conversa, oralmente as crianças responderão as perguntas sobre o filme assistido e explanarão  seu entendimento sobre o mesmo.



Leitura sobre os contos e fadas estudados e seus respectivos textos complementares.


Perguntas sobre os contos e textos complementares fazendo associações de fatos ou acontecimentos com o mundo real.
Organizar os alunos em quatro grupos ou seis, distribuindo os contos de fadas e músicas para cada grupo.

Cada grupo representará seu conto de fadas, acrescentando uma música, se tornando uma história para cantarem, também, através de desenhos, dramatização com fantoches, colagem, pintura e artesanato.

Cada grupo escreverá um texto, relacionando acontecimentos ou fatos reais com seu conto de fada estudado, para apresentar ao grande grupo.





Duração: Mês de novembro








Avaliação:
 Dar-se á, através do entusiasmo e desempenho de cada aluno e sua relação com o grupo.


 


Desenvolvimento dos conteúdos em sala de aula:



A BELA ADORMECIDA
 


A BELA ADORMECIDA

Era uma vez... um rei e uma rainha que desejavam ter muito um bebê.
Certo dia nasceu uma menina, a princesinha tão desejada.
O rei ficou muito feliz.
Quando a princesa fez um ano, deu uma grande festa.
Na festa apareceram muitos convidados, havia três fadinhas que queriam desejar tudo de bom para a linda princesinha.
A primeira fadinha lhe desejou muita beleza.
A segunda fadinha lhe desejou muita formosura.
Quando a terceira fadinha ia desejar, apareceu uma bruxa malvada e invejosa que rogou uma praga sobre a princesinha, falando: - Quando completares 15 anos espetarás o dedo em uma agulha de fiar e morrerás. Falando isso saiu à disparada.
Todos da festa ficaram apavorados, mas a terceira fadinha que ainda não havia dito seu desejo falou: - Não morrerás não! Adormecerás por cem anos e chegará um dia que serás despertada por um beijo de amor!
O rei ficou muito preocupado e ordenou que destruíssem todas as agulhas de fiar do reino.
O tempo passou e a princesinha cresceu tornando-se uma linda moça.
Quando a princesa completou quinze anos passeava pelo castelo, curiosa foi até a torre mais alta do palácio e lá encontrou uma senhora fiando sem parar, com uma agulha que ela nunca tinha visto.
A princesa achou muito divertido, pegou na agulha e acabou furando seu dedo.
Então o feitiço se concretizou.
No mesmo instante ela caiu num sono profundo e todo o reino adormeceu.
O tempo passou a correr, o mato cresceu ao redor do castelo, formando uma enorme floresta cobrindo o palácio.
Um príncipe de um lugar distante ouviu falar da história da Bela Adormecida.
O príncipe ficou mito curioso e resolveu desbravar o castelo.
Durante sua descoberta percebeu que todos dormiam um sono profundo.
Subiu pela escadaria até a torre mais alta e viu a Bela Adormecida.
Sua beleza era tão grande que o príncipe apaixonou-se por ela.
Ficou encantado com sua formosura, aproximou-se e lhe deu um beijo de amor.
No mesmo instante a princesa e todo o reino despertaram-se.
O príncipe e a princesa se casaram e foram felizes para sempre.

  1. ATIVIDADES COM O CONTO A BELA ADORMECIDA!

    PERGUNTAS  SOBRE O CONTO: A BELA ADORMECIDA

      a) Qual era o motivo do rei dar uma festa para a sua filha princesa Aurora?

    b) Quais foram os presentes que as três fadas deram a princesa durante a festa?

    c) Quem chegou inesperadamente na festa e jogou uma maldição na princesa?

    d) Para proteger a princesa o que o rei ordenou que fizessse?

    e) Demorou quanto tempo para a princesa espetar o dedo e adormecer?

    f) No que a princesa espetou o dedo?

    g) Depois que aprincesa espetou o dedo passou a ser chamada?

    h) O que a bruxa fez para esconder a princesa adormecida no castelo?

    i) O principe sabendo do acontecido, foi a procura da princesa, o que ele fez para acorda-la?

     

     TEXTOS COMPLEMENTARES: PENSANDO DE UMA FORMA DIFERENTE OS CONTOS DE FADAS.


     

     CONTOS DE FADAS
    A BELA QUE DESPERTOU

    Era uma vez uma linda moça que perguntou a um lindo rapaz:
    - Você quer casar comigo?
    Ele respondeu:
    - Não!
    E a moça viveu feliz para sempre, foi viajar, fez compras, conheceu muitos outros rapazes, visitou muitos lugares, foi morar na praia, comprou outro carro, mobiliou sua casa, sempre estava sorrindo e de bom humor, nunca lhe faltava nada, ia ao choop com as amigas sempre que dava vontade, ninguém mandava nela.
    O rapaz ficou barrigudo, careca, corcunda, baguela, ficou sozinho e pobre, pois não se constrói nada sem uma mulher.
                                             Fim!!!
    (Adaptação no texto de: Luis Fernando Veríssimo) 



       Será que príncipe encantado existe?

    Existe sim, mas não como nos contos de fadas.
    O verdadeiro príncipe encantado, na maioria das vezes, não tem cavalo branco, ou até carro, mas isso não importa, ele vai até a sua casa a pé, só para te ver, o príncipe encantado não precisa ter as melhores roupas, roupas de gala, pra ser um príncipe.
    Ele tem que tratar uma garota bem, com respeito e sem magoá-la.
    Um príncipe deve ser gentil e tratar a garota com carinho.
    Um verdadeiro príncipe não machuca o coração da princesa.
    Encontrar um príncipe é muito difícil, não podemos nos iludir e achar que é fácil como nos contos de fada, mas também não é impossível se você tiver um pouco de sorte e for também uma princesa.

    ( Autor desconhecido)




    FANTOCHES FEITOS DE CAIXA DE LEITE SOBRE OS PERSONAGENS DA BELA ADORMECIDA:
    Rei, rainha, princesa com um ano de idade, Bela Adormecida moça, príncipe, bruxa, três fadas. 
     
      CHAPEUZINHO VERMELHO




Era uma vez uma menina conhecida como chapeuzinho vermelho.Um dia sua mãe pediu que ela levasse uma cesta de doces para a sua avó que morava do outro lado do bosque.Caminhando pelo bosque a menina encontrou o lobo.



- Aonde vai chapeuzinho ? Perguntou o lobo.
- Na casa da vovó levar uma cesta doces.Respondeu Chapeuzinho.- Muito bem boa menina, por que não leva flores também ?

Enquanto Chapeuzinho colhia as flores o lobo correu para a casa da vovó. Bateu a porta e imitando a voz de chapeuzinho vermelho pediu para entrar.

Assim que entrou deu um pulo e devorou a vovó inteirinha, depois colocou a touca, os óculos e se cobriu, esperando chapeuzinho. Quandochapeuzinho chegou o lobo pediu para ela chegar mais perto. - Vovó que orelhas grandes ! Disse Chapeuzinho.- É para te ouvir melhor. Disse o lobo.- Que olhos enormes Vovó !.- É para te ver melhor.- Que nariz comprido !- É para te cheirar.
- E essa boca vovozinha, que grande !- É pra te devorar !!!.Então, o lobo pulou da cama e correu para pegar chapeuzinho.
Um lenhador que passava perto da casa ouviu o barulho e foi ver o que era.
O lobo tentou fugir, mas o lenhador atirou e matou o lobo.Chapeuzinho apareceu e disse que o lobo havia engulido a vovó.

O lenhador abriu a barriga do lobo e tirou a vovó sã e salva.
PERSONAGENS DO CONTO: CHAPEUZINHO VERMELHO - FEITOS COM CAIXINHAS DE LEITE.











O que representa o conto: chapeuzinho vermelho






“Chapeuzinho vermelho representa, simbolicamente para as crianças a idéia de que fora da proteção familiar, ou mesmo dentro dela (Na casa da vovozinha), podemos ser surpreendidos por um ‘lobo mau’ que assedia, engana, finge ser um cordeirinho (um amigo),mas na verdade esconde más intenções. A vovozinha, uma pessoa adulta, também tem suas fragilidades e não está fora do alcance do lobo. Felizmente a vovó e Chapeuzinho são resgatadas das garras do lobo mau por um corajoso caçador”
“Assim como em tempos antigos, há ‘lobos’ causando muita preocupação em nossa sociedade e famílias de hoje. As crianças são orientadas a não falar ou aceitar coisas de estranhos. Esse mesmo cuidado vale para o ambiente virtual- as crianças e adolescentes precisam ficar atentos ao que está na internet e com quem conversam. As crianças têm que se sentirem seguras para compartilhar suas experiências com pais, professores, familiares, etc.”CHILDHOODINSTITUTO WCF-BRASILwww.wcf.org.br



A FADA QUE TINHA IDÉIAS



Fernanda Lopes de Almeida

 Clara Luz era uma fada, de seus dez anos de idade, mais ou menos, que morava lá no céu, com a senhora fada sua mãe. Viveriam muito bem se não fosse uma coisa: Clara Luz não queria aprender a fazer mágicas pelo livro das fadas. Queria inventar suas próprias mágicas.

- Mas, minha filha – dizia a Fada-Mãe – todas as fadas sempre aprenderam por esse livro. Por que só você não quer aprender?- Não é preguiça, não, mamãe. É que não gosto de mundo parado.- Mundo parado?- É. Quando alguém inventa alguma coisa, o mundo anda. Quando ninguém inventa nada, o mundo fica parado. Nunca reparou?- Não... - Pois repare só.






A Fada-Mãe ia cuidar de seu serviço, muito preocupada. Ela morria de medo do dia em que a Rainha das fadas descobrisse que Clara Luz nunca saíra da Lição Um do Livro.A Rainha era uma velha muito rabugenta. Felizmente vivia num palácio do outro lado do céu. Clara Luz e a mãe moravam numa rua toda feita de estrelas, chamada Via Láctea. A casinha delas era de prata e tinha um jardim todo de flores prateadas.



    - Minha filha, faça uma forcinha, passe ao menos para a Lição Dois! – pedia a Fada-Mãe, aflita.
- Não vale a pena, mamãe. A Lição Um já é tão enjoada, que a Dois tem que ser duas vezes pior. - Mas enjoada por quê?- Ensina a fabricar tapete mágico.- Pois então? Já pensou que maravilha saber fazer um tapete mágico? - Não acho, não. Tudo quanto é fada só pensa em tapete mágico. Ninguém tem uma idéia nova! Clara Luz estava sempre fazendo experiências com a sua vara de condão. Já de manhã cedo, reparava no bule de prata (tudo na casinha delas era de prata, até a mobília). Olhava para ele e tinha uma idéia: - Tem bico. Dar um bom passarinho. E transformava o bule em passarinho.Mas o passarinho saía com três asas: duas dele mesmo e uma do bule, que tinha sobrado. A Fada-Mãe entrava na sala e levava um susto danado: 










- Que bicho esquisito é esse?


     - É o bule, mamãe, que eu transformei em passarinho.

     Clara Luz! E agora? Onde vou coar o pó-de-meia-noite para fazer o nosso café? E que idéia foi essa de fazer passarinho com três asas? Ao menos ponha duas asas nele! - Mas, mamãe, ele gosta de ter três asas!O passarinho, furioso, entrava na conversa: - Não gosto, não senhora! Faça o favor de me consertar já!



- Clara Luz não acertava e quem acabava consertando era a Fada-Mãe. O passarinho agradecia muito:- Se não fosse a senhora eu não sei como seria! Essa sua filha é muito intrometida.


E saíra pela janela, resmungando ainda: - Veja só! Inventar que eu gosto de ter três asas!- Mas essas eram apenas as idéias menores de Clara Luz. Havia outras maiores.



Livro: A Fada que tinha idéias,Fernanda Lopes de Almeida, 1971.

Perguntas  sobre o conto: A Fada que tinha idéias:


a) Qual o nome da fada que tinha idéias?
b) O que a fadinha Clara Luz não queria aprender?
c) Para a fadinha Clara Luz, quando é que o mundo fica parado e quando é que ele anda?
 d) Por que a mãe de Clara Luz vivia preocupada?
 e) Onde mora Clara Luz e sua mãe?
 f) Como é a casa de Clara Luz e sua mãe?
 g) O que ensina a lição um do livro mágico das fadas?
 h) O que a fadinha Clara Luz transformou em passarinho com três asas?
 i) Porque a fadinha Clara Luz falou que o passarinho gostava de ter três asas?
 j) O passarinho falou que Clara Luz era muito?
 k) Clara Luz é uma fadinha que tinha muitas outras idéias diferentes e criativas. Faça de conta que você é a fadinha Clara Luz e transforme três coisas ou pessoas em que você imaginar:
Depois tente desenhar o que imaginou:

PERSONAGENS DO CONTO: A FADA QUE TINHA IDÉIAS- FEITOS COM CAIXINHAS DE LEITE.







Sandy e Junior

ERA UMA VEZ...

Com o intuito de estabelecer uma relação entre ensino e vida, a música só tende a celebrar este encontro.


 

Era uma vez
Um lugarzinho no meio do nada
Com sabor de chocolate
E cheiro de terra molhada
Era uma vez
A riqueza contra a simplicidade
Uma mostrando pra outra
Quem dava mais felicidade
Pra gente ser feliz
Tem que cultivar
As nossas amizades
Os amigos de verdade
Pra gente ser feliz
Tem que mergulhar
Na própria fantasia
Na nossa liberdade
REFRÃO
Uma história de amor
De aventura e de magia
Só tem a ver
Quem já foi criança um dia
(2x)



ENCONTRO DE TODOS OS CONTOS, CANTANDO A MÚSICA: ERA UMA VEZ...
ILUSTRAÇÃO DA MÚSICA: Era uma vez... (Representação da música através dos desenhos, cantando.)

A Linda Rosa Juvenil

 



A linda rosa juvenil, juvenil
Vivia alegre em seu lar, em seu lar, em seu lar
Vivia alegre em seu lar, em seu lar
E um dia veio uma bruxa má, muito má, muito má
Um dia veio uma bruxa má, muito má
Que adormeceu a rosa assim, bem assim, bem assim
que adormeceu a rosa assim, bem assim
E o tempo passou a correr, a correr, a correr
E o tempo passou a correr, a correr
E o mato cresceu ao redor, ao redor, ao redor
E o mato cresceu ao redor, ao redor
E um dia veio um belo rei, belo rei, belo rei
E um dia veio um belo rei, belo rei
Que despertou a rosa assim, bem assim, bem assim
que despertou a rosa assim, bem assim
Batemos palmas para o rei, para o rei, para o rei
batemos palmas para o rei, para o rei


(Representação da música, através da dramatização da cantada)

TODOS JUNTOS CANTANDO A MÚSICA: ERA UMA VEZ...


Personagens feitos com caixinhas em parceria com a professora de artes.
Prof: SILVIA CUNHA, obrigada por interagir com o projeto e compartilhar com esse trabalho realizado em sala de aula. Sua dedicação foi muito legal! Valeu!


PERSONAGENS DO CONTO: A FADA QUE TINHA IDÉIAS.





 PERGUNTAS SOBRE O FILME: O SEGREDO DAS FADAS

  1-   Quais eram os dois mundos diferentes, no qual as fadas viviam?



R- Bosque do verão (refúgio das fadas) e bosque do inverno



2-   Qual dos dois mundos vivia a fada Tinker Bell, também conhecida como sininho?

R- Vivia no vale das fadas ou refúgio das fadas, também conhecido por bosque do verão.



3-   O que aconteceu com a fada Tinker Bell ao entrar pela primeira vez no bosque do inverno?

R - Suas asas começaram a ter um brilho muito especial deixando Tinker muito encantada.



4-   O que fez com que a fada Tinker fosse pesquisar na biblioteca e também procurar o sábio guardião no bosque de inverno?

R – Ela queria entender porque as suas asas brilharam tanto ao cruzar a divisa que separa os dois bosques.



5 – Quais eram os conhecimentos do sábio guardião?

R – Ele sabia todos os segredos das fadas.



6- Quais eram as características psicológicas da fada Tink Bell?

R- Ela era muito curiosa, arteira, decidida, amorosa, aventureira, corajosa e feliz...



7 – O que a fada Tinker fez para entrar no bosque de inverno?

R – Agasalhou-se bem, mas não pode voar, então subiu num balão e foi carregada por uma enorme coruja até o bosque de inverno.



8 – Quem a fada Tink Bell conhece e descobre no bosque de inverno?

R- Ela conhece uma fada do inverno muito parecida com ela chamada Periwinkle, e descobre que é sua irmã, mas as duas não podem conviver juntas, devido às regras impostas por Lorde Miliori e a rainha Claleo



9- Quais eram as regras dos dois mundos?

R- As regras eram que as pessoas que viviam no refúgio das fadas (bosque de verão) não podiam conviver com as pessoas do bosque de inverno, não podiam de forma alguma cruzar a fronteira que os separavam. 



9 – Por que Lorde Miliori e a rainha Cleleo cuidam para que essas regras sobre os dois mundos separados continuem valendo?

R – Caso ao contrário do que estava determinado a ser, a vida de todos os seres estaria em risco. O equilíbrio das estações das fadas estaria perturbado e o refúgio das fadas ficara tão frio e todos morreriam congelados



10- Depois de muita aventura, riscos e persistência a fada Tinker Bell e suas irmã Periwinkle conseguiram viver juntas?

R- Sim, os dois mundos se uniram através do esforço de todos os amigos que cooperaram para que o vale das fadas fosse um só; onde o amor, a alegria e principalmente o encantamento tomasse conta da atmosfera feliz que reinava naquele espaço  harmonioso. 



11 – Mas na verdade, qual era o segredo das fadas?

R – A muito tempo, assim que surgiu o refúgio das fadas, duas fadas se apaixonaram, uma era fada do inverno e outra era fada das estações quentes. As duas fadas se encantaram uma com a outra. E todo o por do sol se encontravam na divisa. Onde a primavera toca o inverno; mas quando o amor cresceu quiseram se unir e juntar seus mundos. Ai ignoraram o perigo e atravessaram. Uma asa foi quebrada. Pra isso não existe cura, daquele dia em diante a rainha Cleleo protetora de seu reino, decretou que as fadas nunca deviam cruzar a divisa e o Lorde Miliore ficou muito triste, mas concordou que os mundos fossem separados para sempre. 
  TUDO FOI MUITO SIGNIFICATIVO!
VALEU 3º ANO-3 - 2012- VESPERTINO


3º ANO- 1- MATUTINO

No final do Progeto: Conto de fadas na escola.


CONVERSANDO EM SALA DE AULA:

Perguntei para os alunos sobre: O que aprenderam, sobre os contos de fadas e seus respectivos textos complementares? Se gostaram de se organizarem para as apresentações nas salas de aulas dos colegas da escola?
OS ALUNOS RESPONDERAM:

"SE A GENTE PARAR DE LER ESTAS HISTÓRIAS, ELAS VÃO DESAPARECER DA NOSSA MEMÓRIA." 
                           Fabrina – 3º ano-1

"O TRABALHO EM GRUPO E TODOS JUNTOS FAZ OS AMIGOS SE UNIR, PARA FAZER BEM FEITO."
                               Luz Brenda – 3º ano-1

"APRENDI QUE TEM DE SEREM HUMILDES, AS COISAS SIMPLES SÃO MUITO IMPORTANTES."
                       Jonas 3º- ano-1

"PRECISAMOS NOS ORGANIZAR SEMPRE PARA ENTENDER E FAZER UMA BOA APRESENTAÇÃO."
                     Inajara – 3º-ano-1



DEPOIS DESSES COMENTARIOS ME SENTI REALIZADA, VI QUE VALEU A PENA TODO O ESFORÇO, FOMOS ALÉM DAQUILO QUE ERA PROPOSTO ALCANÇAR.


 Beijus a todos que contribuíram, prestigiaram e compartilharam com o PROGETO: CONTO DE FADAS NA ESCOLA. 
Prof: Ângela Goulart Gonçalves 

















2 comentários:

  1. Gostei do seu trabalho, muito bom. Você está de parabéns.

    ResponderExcluir
  2. BLOG: ESCOLA É VIDA, AGRADECE! QUE BOM QUE VOCÊ GOSTOU!
    Este seu comentário nos alegra muito!Valeu!

    ResponderExcluir